ENFERMEIRO E SUAS COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS

Adriana Suigh Carlos Duarte, Cida Sanches

Resumo


Propósito da pesquisa: Este estudo teve como propósito investigar quais competências empreendedoras estão presentes nos enfermeiros. Problema e Objetivos: Hoje o trabalho do enfermeiro vai além do cuidar na área hospitalar, ele tem que estar preparado para cuidar, administrar, gerenciar, entre outras atividades. Refletindo sobre este assunto fica o seguinte problema: “Quais competências empreendedoras destacam-se nos enfermeiros?”. O objetivo geral deste estudo é investigar quais competências empreendedoras estão presentes nos enfermeiros. Abordagem metodológica: A presente pesquisa fez uso predominantemente de escala tipo Likert, de natureza exploratória e o como estratégia foi utilizado o método misto quali-quantitativo. O instrumento de coleta de dado foi desenvolvido especificamente para a presente pesquisa (escala Likert com α de Cronbach de 0,931). Nesta pesquisa, foram entrevistados 44 enfermeiros, sendo 7 homens e 37 mulheres, escolhidos por conveniência (que concordaram em responder o questionário). Resultados Alcançados: Constatou-se que as duas principais competências empreendedoras em destaque nos enfermeiros entrevistados são: as Conceituais, com um grau de aderência de Scarpi no valor de 0,7330 o que exprime uma aderência muito forte e as competências de Equilíbrio Trabalho/Vida Pessoal no valor de 0,6435 (aderência forte). Implicações Práticas: Os resultados mostram que existem sim, competências empreendedoras presentes nos enfermeiros. Contribuição: Esta pesquisa contribuiu de alguma forma para o estudo das competências empreendedoras presentes nos enfermeiros, pois o mesmo, vem ganhando um ramo novo dentro do empreendedorismo, ampliou o conhecimento com base empírica nas competências empreendedoras em destaque nesse estudo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.