ANÁLISE DAS BARREIRAS À IMPLEMENTAÇÃO DE UMA CENTRAL DE NEGÓCIOS PARA MICROEMPRESAS DO SETOR SUPERMERCADISTA: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DO CRATO-CE

Rangiel Santos Bento Silva, Tayná Barbosa Correia, Márcia Maria Leite Lima, José Leandro Almeida Neto

Resumo


Devido às mudanças econômicas ocorridas nas últimas décadas às empresas precisaram se adaptar à nova estrutura do mercado onde a comunicação, a dinamicidade das relações, a tecnologia e as incertezas fornecem um ambiente instável para as empresas. Adaptar-se a essa estrutura é essencial para se manter no mercado. A escolha da estratégia empresarial é um fator importante para o alcance dos objetos empresariais. A estratégia empresarial coletiva dispõe de vantagens que só poderiam ser conquistadas através da cooperação. A Central de Negócios é uma estratégia coletiva que visa o ganho de competitividade por meio de relações de cooperação entre os integrantes da rede, tal estratégia se mostra eficiente em ambientes dinâmicos. Nesse contexto, o presente trabalho buscou identificar as barreiras existentes para implementação, gerência e coordenação de uma Central de Negócios voltada para microempresas do setor supermercadista. Para a obtenção dos dados foi realizado um estudo de caso de natureza qualitativa, pautado na entrevista, análise documental e observação. Através dos resultados obtidos foi possível constatar três principais barreias à implementação de uma Central de Negócios, sendo elas: a cultura organizacional, o receio de perder autonomia gerencial e o medo das mudanças não trazerem o retorno desejado.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.