CATEGORIZAÇÃO DOS PERFIS DE EMPREENDEDORES IMIGRANTES

Eduardo Picanço Cruz, Roberto Pessoa de Queiroz Falcão, Rafael Cuba Mancebo, Felipe Ribeiro

Resumo


O objetivo desse trabalho é o de categorizar diferentes perfis de empreendedores imigrantes que são ilustrados através do conceito de personas, inspiradas em evidências empíricas. Na proposta do modelo, destaca-se o efeito do ambiente, da situação legal na entrada do país, e das conexões dos imigrantes, conformado dentro ou fora das comunidades étnicas. Aborda-se também a influência da capacitação e das experiências de trabalho, conjugadas com suas aspirações, sendo elementos condutores de seu processo decisório. As evidências foram coletadas através do estudo de casos múltiplos de empreendedores imigrantes. As trajetórias de cada imigrante pesquisado, configuram-se como a unidade de análise dos casos. A pesquisa exploratória, de cunho qualitativo, baseou-se no discurso extraído das histórias de vidas dos entrevistados, e em evidências da literatura, para elaboração das diferentes personas. Dos dados que emergiram do campo através de diversas técnicas de coleta - entrevistas em profundidade, observação participante, análise documental e surveys – foram criadas pré-codificações que delinearam as personas. De acordo com sua similaridade e representatividade foram categorizados sete tipos: cidadão global, visionário, explorador, camaleão, malandro, aventureiro e serial. As evidências recolhidas sugerem que a diferenciação entre as personas está na capacidade de combinar a ação do ambiente com o conhecimento derivado de suas comunidades étnicas, não podendo ser explicado pelo comportamento individual do empreendedor. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.