NEGÓCIO “PEGUE E PAGUE”: CULTIVANDO A CONFIANÇA NO “PAÍS DA CORRUPÇÃO”

Isabela Pessoa de Andrade, Catarina Rosa e Silva de Albuquerque, Alexsandro Bezerra Correia Bilar, Flávia Fernanda da Silva Moura

Resumo


A quantidade de negócios do tipo “pegue e pague” vem aumentando no território brasileiro. Tratam-se de empreendimentos onde os clientes podem realizar suas compras sem a interferência de um vendedor, com base em uma relação de confiança.  Mas, um negócio desse tipo é viável no Brasil, país considerado por muitos como corrupto? Será que esse modelo é bem aceito? Esta pesquisa averigou a aceitação dos clientes em relação a uma barraca de venda de brigadeiros, localizada no campus Recife da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE. Aplicaram-se questionários com uso da escala Likert e também compostos por perguntas abertas, optando-se por uma amostragem por conveniência. O dados obtidos foram analisados através de uma abordagem quanti-qualitativa. Os resultados demonstraram que o empreendimento estudado é bem aceito por sua clientela, além de capaz de despertar a consciência cidadã e elevar o nível de confiança em negócios com esse formato.

Palavras-chave: Comportamento do consumidor. Modelo de negócio. Valores.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.