TRANSIÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE E A RELAÇÃO COM A TEORIA INSTITUCIONAL

Emanuelly Comoretto Machado, Simone Alves Pacheco de Campos, Gilnei Luiz de Moura

Resumo


Este ensaio teórico tem como objetivo demonstrar como a Teoria Institucional pode se aproximar da abordagem teórica de transição para a sustentabilidade sob a perspectiva multi-nível. Tal discussão reflete sobre a premissa de que com a construção de uma rede de interações sociais direcionada a transição para a sustentabilidade, o processo de institucionalização de novas e transformadoras práticas sustentáveis por parte de diferentes atores sociais, dentro do seu campo institucional, conduz a uma maior adequação às mudanças solicitadas para a construção de uma nova estrutura de atuação. Destaca-se como contribuição que o processo de institucionalização da mudança efetiva sustentável, aqui tratada como transição para a sustentabilidade, ocorre no nível meso (regime sóciotécnico e campo instititucional), influenciados pelo nível macro (paisagem e ambiente) e influenciando o nível micro (nicho e estrutura interna da organização). Logo, a presente discussão apresenta contribuição para os estudos sobre as temáticas, pois no Brasil estes ainda são raros.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.