BUSINESS MODEL CANVAS APLICADO A UMA COOPERATIVA DE FACCIONISTAS

Eric Vinicius Lucion, Hillary Mariane Lapas Fujihara, Gustavo Yuho Endo, Ronaldo Bulhões

Resumo


Este relato teve como objeto pesquisar um grupo de faccionistas residentes no município de Cascavel, Paraná, que apresentam em comum a característica de prestar serviços para fábricas têxteis do referido município, desenvolvendo suas atividades em suas próprias residências. Como estratégia para valorização do trabalho, este grupo pretende abrir uma cooperativa, para que juntas possam ter mais poder de negociação com os seus clientes, as fábricas têxteis. As análises foram realizadas por meio do Business Model Canvas. Os resultados mostraram que a viabilidade da cooperativa está condicionada ao sucesso das negociações junto aos clientes para o aumento dos valores recebidos pelos serviços prestados. Bem como, a cooperativa deverá focar seus esforços em criar uma estrutura homogênea em termos de qualidade e eficiência, promovendo cursos de aprimoramento e sistemas de avaliação dos serviços desenvolvidos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.