PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS NA REDE ECOVIDA DE AGROECOLOGIA: ESTUDO COM PRODUTORES DA SERRA GAÚCHA

Joel Tshibamba Mukendi, Vandoir Welchen, Mayron Dalla Santa de Carvalho, Maria Luiza Furlanetto Carrer, Pelayo Munhoz Olea, Jefferson Marçal da Rocha

Resumo


O Brasil tem acompanhado o crescimento mundial da produção e demanda por alimentos orgânicos. Esses sistemas de produção podem contribuir para o desenvolvimento sustentável ao integrar práticas ambiental, econômica e socialmente sustentáveis. A agroecologia, um dos sistemas agrícolas mais sustentáveis do mundo, pode contribuir com essa questão. Assim, o objetivo desta pesquisa foi analisar, sob a perspectiva econômica, social e ambiental, se as práticas de produtores de orgânicos da Rede Ecovida de Agroecologia estão alinhadas com o desenvolvimento sustentável. Para isso, foram entrevistados produtores rurais de dois grupos do Núcleo Regional da Serra Gaúcha, de Caxias do Sul, sul do Brasil. Esses agricultores também foram acompanhados nas feiras realizadas para a comercialização do excedente de sua produção. Verificou-se, além das práticas sustentáveis, que esses produtores, suas famílias e os demais integrantes dos grupos têm na agroecologia uma filosofia de vida.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.