FERRAMENTA DE PREDIÇÃO DAS DIFICULDADES FINANCEIRAS DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Jean Gleyson Farias Martins, Rodrigo José Guerra Leone, Walid Abbas El-Aouar, Ahiram Brunni Cartaxo de Castro, Arthur William Pereira da Silva

Resumo


Na literatura existe uma vasta produção sobre modelos de predição da saúde financeira das empresas, porém quase todos voltados para empresas de grande porte, das quais seus índices para aferição são facilmente extraídos de publicações trimestrais. As micro e pequenas empresas, por outro lado, representam 99% da economia brasileira. Elas possuem personalidade jurídica limitada e não são obrigadas a publicar suas informações, dificultando-se o acesso aos dados que poderiam ser utilizados para enfrentamento das dificuldades que imputam em seu falimento. Nesse sentido, esse estudo teve como objetivo identificar os indicadores financeiros de maior relevância para a predição da saúde financeira das MPE’s. Trata-se de uma pesquisa de caráter descritivo e explicativo. As informações foram tratadas com a utilização da análise multivariada de dados, por meio da ferramenta análise discriminante, com método stepwise utilizando o critério Wilk’s Lambda. No resultado foram selecionados três indicadores com maior poder de predição da situação econômico-financeira das MPE’s, foram elas o lucro, o capital circulante líquido e o endividamento, e formaram a função discriminante. Os principais resultados da pesquisa sinalizam que: os indicadores financeiros de maior relevância para a predição da saúde financeira das MPE’s são a indisponibilidade e inapropriadas linhas de créditos que comprometem o endividamento e Capital Circulante Líquido, enquanto que: a forte concorrência e o desconhecimento de práticas profissionais em gestão afetam diretamente o lucro.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.